24 agosto 2016

A bolsa do preconceito



A bolsa era horrível, confesso. Grande, achou pouco ter estampa de zebra e ainda é nas cores pink e preto. Mas fazer o que se ela suporta uma quantidade de peso absurda. Pode ser feia, mas as costuras, meu amor, reforçadíssimas. Porém, com ela, descobri uma nova forma de preconceito: o preconceito-contra-pessoas-preocupadas-com-o-meio-ambiente. Entrei no supermercado e, assim que virei num dos corredores, já percebi um segurança dando aquelas voltinhas disfarçadas. Pensei: "Não é possível, ele também é negro, eu poderia ser sua filha" (claro que sim, porque eu já passei dos 30, mas na aparência fico nos 23 fácil ahahahaha!). Continuei pelo supermercado e, a cada corredor, lá estava ele. Pensei em arrumar confusão, perguntar se havia algum problema. Deixei pra lá. Paguei minhas compras, avisei pra moça que não precisava de sacolas de plástico, levaria minhas compras naquela bolsa (a horrível, porém capaz de suportar todo o peso dos meus produtos numa boa). Fui triste pra casa, achei que acabara de ter passado por uma situação de racismo. Estava enganada. Fui novamente ao supermercado, dessa vez, tinha esquecido a bolsa horrível que sempre deixo no carro e a carrego vazia pra levar minhas compras e assim evitar colocar no mundo mais sacolas de plástico. Passei pelo mesmo segurança e pensei: lá vem ele, vai me seguir novamente. Mas não. Dessa vez, na sua visão, eu era uma pessoa confiável. Dias depois, meu marido chega em casa se torcendo de rir. "Você acredita que o segurança da supermercado me seguiu o tempo inteiro"? O que tínhamos em comum? Sim, a sacola! O problema era ter uma sacola vazia a tira colo. Claro que era pra roubar! Nem passou pela cabeça da criatura que aquilo serviria para carregar as compras - depois de pagas, obviamente. Iniciando mais uma campanha: "Não vou te roubar, apenas ando preocupada com o meio ambiente".

23 agosto 2016

MEU LOOK: BLUSA SEXY E PANTALONAS



Eu sou louca por pantalonas. Qualquer coisa mais folgada nas pernas vai pelo menos me roubar um olhar curioso. Além de ser bem confortável, a forma ampla da calça ajuda a equilibrar meu corpo, com muito quadril/coxa e canelas fiiiinas. O truque é esse, né?! Virar o jogo ao nosso favor. Ahahahahah! Nesse look, apostei na pantalona para equilibrar mais uma coisinha também: a pegadinha sexy da blusa, justinha, com essa faixa no pescoço e decote.

Blusa Apricot | Calça Forever 21 | Bolsa C&A | Brinco Marisa

E tem todos os detalhes desse look lá no canal no VISU da semana.


PRODUTOS USADOS NO MAKE UP:

Koloss Primer Facial HD 
Dior Base Forever cor 040 | R$ 269 na Sephora
MAC corretivo Prolongwear cor NC 42 | R$ 101 na loja da marca
O Boticário lápis Eletric Brown
Urban Decay paleta Naked 2 | R$ 299 na Sephora
NYC bronzer mosaico opaco
MAC pó Studio Careblend Medium Dark | R$ 123 na loja da marca
Eudora máscara de cílios Turbo 5.0 | R$ 29,99 na loja da marca
Ricosti batom Cacau líquido matte | R$ 14,99 na loja Mais Vaidosa

 Atenção: isso não é um jabá! Pesquisei os preços no dia 23.08.2016 só pro post ficar bem informativo, mas o blog não tem relação nenhuma com as marcas, tá?! Apenas gostei dos produtos (ou não) e indico (ou não)!

15 agosto 2016

MEU LOOK: SOBREPOSIÇÃO COM MACAQUINHO

Um truque de styling para mudar a cara do seu macaquinho. Que tal usar com uma blusa por dentro? Bateu aquela vontade de usar essa peça, mas estava com medo de dar aquela esfriada repentina e passar frio. Além disso, estava sem o menor saco para lidar com esse decotão. Era domingo e eu queria ficar bem a vontade. Solução: coloquei uma blusa gola alta por dentro e amei o resultado.

Macaquinho e blusa Strelitza | Bolsa C&A | Botas Lily's Closet (na @lojablitz) | Brinco Yolo (na Strelitza)