28 março 2017

SALVE UMA FASHION VICTIM: POCHETE



Existem três coisas na minha lista de "não pode jamais" quando o assunto é moda: sutiã de silicone, bolero e pochete. Mas, como diz o grupo de filósofos Aviões do Forró, "O mundo gira, o mundo é uma bola". E, nessas voltas que o mundo dá, a moda vem e joga na nossa cara pochetes bem maravilhosas pras fashion victims como a de cá ficarem todas se coçando para pagar a língua por ter assinado embaixo do dogma fashionista que diz "Nunca usarás pochetes".
 
Na gringa, a pochete ganhou um feitiço glam e apareceu bem incrível em desfiles como Emporio Armani, Vionnet e Stella McCartney.




Não dá pra negar a praticidade da peça. Fico só me imaginando com os bracinhos livres e sem alças escorregando pelos ombros, com tudo ali a mão, fácil de acessar. Tirar e guardar objetos com facilidade. Sem contar que a posição da bolsa fica bem mais em segurança se comparada a uma bolsa convencional. Nossa, porque a gente não vive de pochete?



No último São Paulo Fashion Week, olha só o que apareceu também: pochetes. Gosto dessa opção de usar de maneira transversal, juntinha ao peito da Ellus 2ndFloor. Também amo esse modelo mais tradicional com estampa incendiária de Juliana Jabour. E, olha, até o modelo sem muita inovação pareceu bem legal usado na transversal no desfile da Cotton Project.

Estou balançando por um modelo desse, alguém me salva?
É "Ah, Para!" ou "Parabéns"? :P


01 Osklen
02 Farm
03 Farm

0 comentários:

Postar um comentário

Quero saber o que você achou deste post. Sua opinião é importante!