19 fevereiro 2016

RESENHA DO CO-WASH YAMASTEROL E DICAS DA TÉCNICA

Mais um para a lista dos baratinhos que dão certo: O Condicionador Yamasterol Cowash da Yama (tô chocada que só descobri agora que o nome da marca é Yama, sem o -sterol :P). Encontrei esse condicionador indicado para a técnica co-wash dando sopa na prateleira de uma loja de cosméticos aqui de Bagé/RS e me chamou a atenção a figurinha retrô na embalagem. Resolvi levar. Custou R$ 11,80 lá na loja. E eu amei o resultado!!!

Tem resenha em vídeo lá no canal! Plaaaaay.


Ei! Vamos aproveitar pra falar sobre Co-Wash?

Tem coisas que a gente faz tão no automático e nem para pra imaginar que existem outras possibilidades. Pra lavar o cabelo, por exemplo, tem que usar primeiro shampoo e depois condicionador, certo? Huuuum, nem sempre! Mas só vim descobrir isso depois que larguei a química e passei pela transição capilar.
Foi aí que comecei a ler sobre uma linda chamada Lorraine Massey, a inglesa autora do livro Curly Girl: The Handbook (traduzindo seria Garota Cacheada: o livro de bolso). Foi ela quem se ligou no fato de que os shampoos ressecavam os cabelos e acabavam prejudicando os fios cacheados principalmente. Ela decidiu excluir o shampoo da sua vida e começou a buscar saídas para limpar o cabelo e o couro cabeludo, sem agredir os cachinhos. Foi daí que surgiram as técnicas Low e No Poo que as cacheadas tanto falam.
Co-wash meio que veio dessas técnicas que dispensam shampoo pra limpar os cabelos. É rápido, prático e preserva a oleosidade natural dos fios. Ideal para as lavagens rapidinhas depois da academia, ou para aliviar o calor nos dias mais quentes, sem ter que parar o mundo para fazer uma super lavagem nos cabelos. E, ó, não serve só pra cacheadas não, viu! É vantagem pra todo tipo de cabelo. Mas a técnica se popularizou entre as cacheadas porque, para elas, ter que usar shampoos comuns em todas essas situações seria um terror! Cabelos ressecados em nível hard. E passar só uma aguinha, nem pensar, né? Fica pooooodre. Co-wash tá aí pra salvar nossa vida.

Na prática, o co-wash é uma lavagem dos fios apenas com condicionador. Simples, né? Nem tanto! Tem que virar a ninja da leitura dos rótulos. Condicionadores com substâncias como petrolatos, silicones insolúveis, parafina líquida, óleos minerais não servem como co-wash. Não tem a manha da caça ao condicionador perfeito? Pergunte aos universitários! :P No Facebook, por exemplo, você encontra grupos especializados na técnica que divulgam dicas, truques e apontam os produtos liberados para arrasar no low/no poo. Basta colocar "No poo" na pesquisa do Face que você vai achar váaarios.
Com tempo e dedicação, a gente vai pegando o jeito e vai aprendendo a escolher o condicionador ideal para a rotina. Uma manha, eu já aprendi: evitar as substâncias do mal (petrolatos, silicones insolúveis, parafina líquida, óleos minerais) e ficar de olho nas superdobem, como a Cocaminodopropyl Betaine, que aparece na composição do Co-wash da resenha. Calma, vou explicar. O condicionador pode ter em sua composição agentes de limpeza eficientes. Essa substância do nome estranho citada acima consegue retirar a maioria dos silicones que ficam nos nossos cabelos, inclusive os insolúveis na água. Uhuuuu! Cabelos limpinhos sem ressecar.

Atualmente, eu uso shampoo (sem sulfato de preferência) só uma vez por semana, as outras lavagens, só com co-wash. E meu cabelo está bem feliz, obrigada!

Vamos aprendendo juntas?! Também quero dicas!!!!

1 comentários:

  1. Sempre leio seu blog e amo suas dicas. Tbm sou adepta do low poo e uso o yamaterol amarelinho para cowash. Vou experimentar esse rosinha já vi nas prateleiras. Bjos.

    ResponderExcluir

Quero saber o que você achou deste post. Sua opinião é importante!