10 abril 2012

Casa no Dark Room


Num papo no Facebook, Jaime (Neto, jornalista e amigo querido) solta essa: "Terei um programa de entrevistas aqui no F5 News (site de notícias aqui de Sergipe) e em breve quero você sentada comigo pra falarmos de moda e blogs, o que acha? Seu nominho na lista de meus entrevistados". Até aí pensei que era brincadeira. "O nome do meu programa é Dark Room, agora pode morrer de inveja". Ele completou. Isso é a cara dele. Enfim, era verdade. Ele queria mesmo uma entrevista comigo. Fiquei toda feliz. Não por conta da entrevista em si, mas porque Jaime é uma pessoa que admiro muito enquanto profissional (e de todas as outras formas imagináveis também) e, se ele me convidou, talvez seja porque essa admiração também existe do lado de lá. E eu fui lá. Morrendo de medo. Primeiro, porque eu conheço bem Jaime. A entrevista não ia ser fácil... Ele não iria se meter num negócio de entrevista desses sem um propósito inusitado. O nome e o estilo do programa não escondem isso. Dark Room. Cenário todo preto. O entrevistador todo de preto. E o convidado também. E segundo, porque o primeiro programa seria com Araripe Coutinho.  (Veja aqui). Uma figura polêmica e muito, mas muito querida e admirada por mim. Enfim... treinei todas as respostas para as perguntas cabeludas que imaginei que ele me faria, mas logo na primeira pergunta, ele já me deixou surpresa e desconsertada. E o resto da entrevista foi um misto de tensão, risadas, descontração, muito papo sério e muita diversão. Foi uma delícia participar. 

E cai na rede amanhã, no www.f5news.com.br ! Ansiosa!!!

1 comentários:

  1. Gostei... Mas preciso comentar que vc é muito gata!

    Parabéns vc merece!!!

    ResponderExcluir

Quero saber o que você achou deste post. Sua opinião é importante!